Jogar um overpair pós flop aparentemente é uma tarefa simples, afinal de contas você tem um par acima do board e sua mão muitas vezes será boa o suficiente para continuar apostando não é mesmo?

Apesar da ideia de continuar apostando ser realmente boa, existem alguns ajustes que você pode e deve fazer para melhorar os seus ganhos quando estiver na frente e minimizar suas perdas quando seu overpair não for a melhor mão.

O objetivo deste artigo é te dar algumas dicas sobre como fazer isso, então vamos lá… 

Definição de overpair

Segundo o nosso bom e velho dicionário do poker a definição de overpair é: 

Um par na mão (pocket pair) mais alto do que a maior carta da mesa, ex: QQ em um flop 894.

Ou seja, é quando temos um par melhor do que os pares que nossos oponentes podem formar com as cartas da mesa.

Algumas probabilidades interessantes dos overpairs

Decidi incluir estas probabilidades aqui pois percebi que muita gente pesquisa sobre quais são as chances de um overpair vencer contra determinadas mãos:

Overpair vs set

overpair vs set: de 9 a 12% de chances para o overpair.

Fiz algumas simulações deste cenário no equilab e no geral as chances de um overpair ainda se recuperar quando nosso oponente acertar uma trinca (set) varia entre 9 a 12%.

Essas chances vão variar de acordo com o board já que se o seu overpair ainda tiver chances de fazer uma sequência ou flush elas vão melhorar.

Mas em boards onde seu par não tem outra chance de melhorar a não ser acertando uma trinca as chances serão essas que passei.

overpair vs underpar

overpair vs underpar: 81% de chances para o overpair.

Esta é uma situação onde somos muito favoritos com nosso overpair, já que as chances de vencer pré-flop em uma situação dessas é de cerca de 81% para o overpar contra cerca de 18 a 19% de chances do under pair, aqui é a famosa situação 80/20 que costumamos falar.

Já no flop as chances do underpar vencer são ainda menores de apenas 8,4% se o board não tiver mais nenhum draw disponível.

overpair vs flush draw

overpair vs flush draw com duas cartas baixas: 70% de chances para o overpair.

Aqui se nosso oponente tiver um flush draw com cartas abaixo do nosso overpair as chances de vencermos são de aproximadamente 70% contra cerca de 30% do nosso oponente.

overpair vs flush draw com duas cartas altas: 51% de chances para o overpair.

Agora se ele tiver um flush draw e também cartas acima do nosso par as coisas ficam mais complicadas já que temos aproximadamente 51% de chances de vencer contra cerca de 49% do nosso oponente, nos deixando em praticamente um coin flip.

overpair vs top pair

overpair vs top pair: 78% de chances para o overpair.

Quando nosso oponente acerta um top par ele tem a chance de evoluir para dois pares ou até mesmo uma trinca.

Nesse tipo de situação nosso overpair tem aproximadamente 78% de chances contra cerca de 22% do nosso oponente, nos deixando ainda sim bem favoritos em uma situação de praticamente 80/20

Estas são as principais situações e vale lembrar que estes valores que passei aqui são aproximados e podem variar um pouco de acordo com a textura do board em que a situação ocorrer.

3 DICAS PARA JOGAR UM OVERPAIR

Agora que ja destrinchamos as principais probabilidades que nossa mão tem contra nossos oponentes é hora de entrarmos em algumas dicas práticas para que você possa implementar e melhorar os seus resultados jogando um overpair, let’s go!

Dica #1 – Ajuste a força das suas apostas de acordo com a força do seu overpair

Como eu disse lá no começo do artigo, no geral a estratégia de seguir apostando quando temos um overpair em relação ao board é sempre uma boa ideia, mas como escolher o melhor tamanho de aposta?

Para definir isso precisamos levar em consideração alguns fatores, são eles:

  • Textura do board;

Primeiramente precisamos avaliar a situação do board, se for um board cheio de draws nós não queremos que nosso oponente pague um preço barato para ver a próxima carta, então devemos usar uma aposta maior.

Se for um board seco e sem muitas possibilidades de draw podemos apostar mais baixo para induzir nosso oponente a continuar com mãos mais fracas como segundo ou até mesmo terceiro par, afinal de contas agora já sabemos que se ele tiver acertado um par ainda somos cerca de 80% favoritos.

  • Quão forte é o nosso overpair;

Ja na questão de quão forte é nosso overpair, se tivermos por exemplo AA ou KK não existem muitas cartas que se baterem serão ruins para nós.

Isso quer dizer que podemos continuar apostando baixo para trazer nosso oponente para o jogo.

Já se por exemplo o board vier 7s 5h 2c e nós tivermos 88, nosso over pair será bem vulnerável afinal de contas nosso oponente pode estar segurando cartas acima do nosso par.

E as chances de bater uma carta alta no turn ou river são altas então temos que nos proteger e uma maneira de fazer isso é apostando um pouco mais alto.

  • Quais os tamanhos dos stacks envolvidos;

Outro ponto que devemos observar é o tamanho dos stacks que estão envolvidos na mão, se você ou o seu oponente está jogando short stack, não vamos precisar apostar muito alto para conseguir colocar todas as nossas fichas no pano nas proximas streets afinal estaremos jogando um pote com SPR baixo.

Mas se estivermos jogando com mais fichas então já temos que efetuar nossas apostas pensando em como conseguir colocar todas as fichas no pano no river caso o board não complique a nossa vida.

Isso envolve em pensar nos tamanhos de apostas para que o all-in no river seja um tamanho de aposta natural.

NOTA: Eu ainda vou escrever um artigo sobre o conceito de SPR aqui no blog, este é um conceito de jogo avançado, enquanto o artigo não é publicado caso queira conhecer mais sobre este e outros conceitos de jogo avançados sugiro conhecer o meu treinamento Poker Classe A.

Dica #2 – Só faça traps com seus overpares mais fortes.

Como eu falei seguir apostando com este tipo de mão é sempre uma boa ideia, mas em algumas situações nós vamos querer fazer uma famigerada armadilha (trap) para pegar o nosso oponente.

Fazer uma trap seria demonstrar fraqueza dando check no flop ou no turn para iludir nosso oponente e o fazer pagar uma aposta futura ou até mesmo começar a apostar por conta própria

Este tipo de jogada é especialmente boa em 3 situações:

  • Quando estamos enfrentando oponentes agressivos;
  • Quando alguém envolvido na mão esta short stack;
  • Quando o nosso overpair é muito forte;

Em todas estas situações nós podemos nos dar ao luxo de dar um check para induzir nosso oponente ao erro.

Isso por que em todas elas ou ele vai começar a colocar fichas no pote por conta própria, ou não precisaremos de grandes apostas para colocar todas as fichas no pote, então aqui é o sweet spot para fazer este tipo de slow play.

Dica #3 – Tenha disciplina para saber desistir do seu overpair.

Nem só de vitórias vivem nossos overpares, algumas vezes eles não serão a melhor mão e é nessas horas que teremos que ter a humildade de reconhecer que podemos estar perdendo e fazer aquele fold da disciplina, mas quais são estes momentos?

Bem não é nada fácil identificar uma situação onde podemos estar perdendo com o nosso overpair especialmente se nosso oponente jogar bem.

Mas existem sim algumas situações onde da pra acreditar que podemos estar perdendo, as duas principais são:

  • Quando enfrentamos um check/raise no turn contra nosso segundo barril.

Se você deu raise pré-flop, apostou o flop e foi pago, apostou o turn e enfrentou um raise esta é uma das situações mas claras onde o nosso overpar provavelmente já não é a melhor mão, especialmente nos micro e low limits.

Isso por que no geral jogadores nestes limites tendem a ser bem honestos com a forma como jogam suas mãos, e tendem a jogar bem passivamente, então se você enfrentar um raise nesse tipo de cenário pode ter certeza que 90% das vezes você vai estar derrotado.

A mensagem que o seu oponente vai estar passando com este raise é do tipo “tenho uma mão forte estou disposto a jogar por todas as minhas fichas”.

Nessas horas o melhor que podemos fazer é desistir a não ser que tenhamos alguma informação adicional sobre o nosso oponente que possa nos fazer querer continuar.

  • Quando estamos recebendo muita ação em um pote multi-way.

Se você esta jogando um pote com 2 ou mais oponentes e depois do flop ele continuaram contra a sua aposta esteja preparado para se desfazer do seu overpair.

Especialmente em boards molhados, isso por que as chances de eles terem acertado uma mão melhor do que a sua serão consideravelmente altas já que ambos continuaram na mão após uma ação agressiva da sua parte.

Então nessas situações se você estiver jogando em posição no turn é bom considerar controlar o pote dando check.

Se depois de dar check no turn, o river nenhum deles apostar existe uma boa chance do seu overpair ainda ser a melhor mão então da até pra considerar apostar por valor no river.

Agora se depois que você der check algum deles apostar e houver um call ou um raise, ai meu amigo é a hora de saber clicar no botão de fold e deixar o seu par partir (momento trocadilho infame rsrs).

Conclusão:

Espero que este artigo tenha te dado mais clareza sobre como se comportar com seus over pares daqui pra frente.

Assim como tudo no poker não existe uma fórmula pronta para jogar overpair, mas existem sim situações comuns onde nós podemos definir estratégias base para seguir e ajusta-las de acordo com o decorrer da mão, e é isso que eu quero que este artigo seja pra você.

Se você curtiu a leitura, gostaria de pedir que considere compartilhar este artigo com algum dos seus amigos que joga poker, isso vai ajudar ele a evoluir no jogo e vai ajudar a me motivar a seguir escrevendo mais conteúdos como este.

E se quiser comentar o que achou do texto fica a vontade, o campo de comentários é todo seu!

Um forte abraço e GL nas mesas.

Publicado por MunhozVs

Elton Rezende é o fundador do Blog PokerNaChapa.com.br e Poker Player desde 2010, jogando poker semi profissionalmente desde então já alcançou a marca de mais de U$72.095 dólares em premiações no jogo e mais de U$23.573 em lucro. Em 2015 foi o segundo melhor Brasileiro no maior torneio de poker ao vivo já realizado o Colossus da WSOP, terminando na 74º colocação e puxando uma premiação de U$12.350

  • >