ArtigosPoker Para IniciantesUltimas do Blog

3 estratégias para jogar um flush draw no flop e turn.

Uma dúvida muito comum que jogadores de poker inexperientes tem é a de como jogar um flush draw no flop ou até mesmo no turn.

Por não entenderem muito bem quais são as odds de acertar seu flush ou por não saber se tem o preço correto para pagar a aposta de seus oponentes muitos jogadores acabam cometendo erros graves com este tipo de mão.

Por isso o objetivo deste artigo é esclarecer todos estes pontos além de te dar 3 estratégias práticas para jogar os seus flush draws daqui pra frente e melhorar seu desempenho nas mesas.

NOTA: Este é um artigo irmão do artigo 3 estratégias para straight draw no flop e no turn, a leitura de ambos se complementam.

Qual o significado da palavra flush draw ou a tradução?

Antes de seguir em frente decidi incluir este breve parágrafo pois nas minhas pesquisas antes de escrever este artigo descobri que muita gente pesquisa pelo significado ou tradução da palavra flush draw.

Então só pra esclarecer a palavra flush no poker se refere a quando um jogador forma um jogo com 5 cartas do mesmo naipe.

Já a palavra draw é traduzida como desenho ou desenhar, então um flush draw se refere a quando um jogador tem um “desenho” de um flush, ou seja quando ele tem a possibilidade de formar um flush caso bata mais uma carta do naipe que precisa.

Agora que tiramos este elefante branco da sala podemos seguir em frente 🙂

Quais são as odds de um flush draw.

Este é um ponto em que vejo MUITOS jogadores iniciantes e até mesmo mais experientes errarem, isso por que eles confundem as chances de fazer um flush até o river com as chances fazer um flush somente com a próxima carta, e isso faz com que eles acabem tomando decisões matematicamente ruins.

Então vamos esclarecer bem quais são as odds de um flush draw.

Quando temos um flush draw no flop, temos mais 9 cartas do mesmo naipe restantes no baralho que podem nos ajudar a formar o nosso jogo, para descobrir as chances de acertar uma destas cartas em porcentagem basta multiplicar este número por 2 para descobrir as chances de acertar na próxima carta ou multiplicar por 4 para as chances de acertar nas próximas duas cartas que baterem, logo:

As chances de acertar um flush nas próximas duas cartas (turn + river): 9 x 4 = 36%

As chances de acertar um flush na próxima carta (só no turn ou só no river): 9 x 2 = 18%

É importante frisar que esses valores são aproximados e fazer essa multiplicação por 2 ou por 4 é uma maneira prática de conseguir descobrir aproximadamente as suas chances em tempo real enquanto estiver jogando.

Se usarmos a fórmula exata para descobrir as chances esse número vai mudar um pouquinho indo para 19,6% no turn e 35% no turn e river, como você pode ver não muda muita coisa e usar a regra de multiplicar por 2 ou por 4 vai servir muito bem 🙂

Como eu disse no começo deste tópico o grande erro que jogadores novatos cometem é o de acreditar que tem 36% de chances de acertar o seu flush já na próxima carta quando na verdade as chances reais são bem menores do que essa, sendo apenas 18%

Então se você também pensava assim espero que a partir de agora possa corrigir este erro no seu jogo.

3 Estratégias para jogar seus flush draws.

Agora que você já sabe bem quais são as suas chances de acertar um flush e não vai mais cometer aquele erro de iniciante de achar que suas chances são de 36% na próxima carta é hora de passarmos para as 3 estratégias para melhorar seu desempenho jogando este tipo de mão.

1 – Considere todas as variáveis envolvidas na mão antes de utilizar qualquer dica pronta.

Antes de te dar dicas práticas a respeito de como agir com um flush draw no flop e no turn eu tenho a obrigação de esclarecer que não existem estratégias prontas que vão servir para qualquer situação de jogo.

Por o poker ser um jogo de informação incompleta e que envolve muitas variáveis como por exemplo posição, tamanho de stacks, fase do torneio, estilo de jogo do seu oponente, pressão financeira, tamanhos de aposta etc e etc é impossível te passar uma estratégia que seja só copiar e colar.

Por isso a sua primeira estratégia antes de mais nada tem que ser a de avaliar todas estas variáveis envolvidas no momento da mão, entendendo melhor estas coisas vai ficar mais fácil saber se uma determinada jogada vai ter mais ou menos potencial de funcionar.

A medida que você for jogando mais mãos vai ganhar mais bagagem e vai saber cada vez mais como se comportar em diversas situações pois já vai ter presenciado elas dezenas ou centenas de vezes e isso vai acabar formando o seu estilo de jogo.

2 – Utilize o fold equity a seu favor.

Agora que você já sabe que é fundamental entender todas as variáveis envolvidas na mão é hora de te dar estratégias práticas para você começar a experimentar e descobrir em quais situações elas funcionam melhor pra você.

Esta estratégia de utilizar o fold equity nada mais é do que ser agressivo jogando o seu flush draw! 

Isso por que ao ser agressivo com este tipo de mão você se beneficia de duas maneiras.

A primeira é o fold equity, ao apostar nas vezes que o seu oponente não acertar nada você vai fazer ele foldar e vai acabar ganhando a mão sem sequer ter que acertar o seu flush isso é chamado de fold equity.

E a segunda é a equidade (as chances de melhora) da sua mão, depois de apostar se o seu oponente decidir te pagar você ainda vai ter uma mão com um potencial de melhora considerável, como vimos anteriormente de cerca de 18% no turn e de 35% do turn ao river.

Isso quer dizer que aproximadamente 1 a cada 3 vezes você vai acabar acertando o seu flush, sem contar que também ainda pode acertar algum par que pode te fazer vencer e isso aumenta ainda mais a equidade da sua mão.

3 – Tenha um plano B caso não acerte seu flush no turn.

Ok então você usou da sua arma chamada fold equity, apostou mas mesmo assim o seu oponente te deu call, e agora?

Agora você precisa ter um plano para a sua mão, na verdade este plano já tem que estar pronto antes mesmo de você apostar, isso por que antes de apostar você deve se fazer as seguintes perguntas:

  • O que eu vou fazer caso o meu oponente me pague?
  • Quais cartas no turn (ou no river) favorecem mais a mim do que ao meu oponente?
  • Qual o tamanho de aposta que eu vou utilizar?

Ao responder estas perguntas você vai estar formatando um plano para a sua mão caso não acerte o seu jogo, e é nessas horas que você vai precisar manjar de range (para entender quais cartas ajudam mais quem) e bet size (para não deixar o seu oponente ter um bom preço para continuar na mão) senão ferrou.

NOTA: Você sabia que range, leitura de mãos e bet size são assuntos abordados profundamente dentro do treinamento Poker Classe A? Clique aqui e dê um passo rumo a lucratividade no jogo.

Beleza munhoz, até agora tudo muito legal, mas como colocar isso em prática? 

Não se preocupe foi por isso que eu decidi fechar este artigo com um exemplo prático para você fixar melhor tudo o que foi ensinado não é mesmo? Então vamos lá:

Exemplo prático de como jogar um flush draw.

Mão 1 – Entendendo as odds e o preço a pagar.

Esta é uma mão interessante, dou raise pré flop com KsTs e o vilão defende do big blind, o flop vem 7c 7s Js, o vilão da check e eu decido cbetar pesado.

Link para ver a mão completa: https://replayer.runitup.com/hands/e17758e7a6

Perceba que aqui eu estou demonstrando muita força (avaliar todas as variáveis) já que dei raise do inicio de mesa e estou cbetando com um stack não muito grande.

O vilão da raise e me coloca em all-in, talvez aqui a decisão seja meio obvia para alguns o fato é que muito iniciante ainda consegue achar um fold nessa situação as vezes por não entender da matemática as vezes por ficar pressionado por dinheiro.

Mas aqui uma vez que o vilão nos coloca em all-in tudo se resume a matematica, precisamos pagar 13.564 para tentar ganhar um pote que já tem 31.005 (na verdade o pote final vai ser de de 24.569 já que só temos os 13 mil e pouco).

Isso quer dizer que temos odds de 2:1 para o call, em porcentagem isso da cerca de 32,6% sabendo que vamos ver tanto o turn quanto o river já aprendemos que nossa chance de acertar o flush é de aproximadamente 35% e se considerarmos que o rei ainda pode servir temos ainda mais chances.

E como nós sabemos sempre que nossas chances de ganhar forem maiores do que o preço que temos que pagar a jogada é matematicamente boa então por isso fui pro chão aqui.

Se você ficou boiando nessa parte da matemática que fiz eu sugiro fortemente que de uma olhada nisso aqui.

Resumo, aqui temos que ir para o chão depois de ter apostado aquele valor no flop, olhando agora a mão eu acho que gostaria de ter apostado um valor menor já que muitas vezes o vilão erra este flop e a aposta menor vai fazer o mesmo serviço, mas fora isso gosto de como a mão foi jogada.

Mão 2 – Se beneficiando do fold equity.

Aqui uma outra mão bem interessante, dou raise de Kd9d do HJ com 32bbs e o vilão do BTN decide me 3betar, nessa situação sabendo que o vilão é um jogador bom capaz de 3betar light este spot eu decido dar o call com minha mão que é bem justa para isso.

Link para ver a mão completa: https://replayer.runitup.com/hands/ad3156851f

O board vem 8d 7h 5d temos um flush draw no flop, broca e uma overcard, ou seja uma mão com extrema equidade, dou check e o vilão aposta.

Aqui muitos jogadores inexperientes vão pensar em dar só call e torcer para acertar seu jogo na proxima carta, e até que não é de todo ruim, o problema é quando eles não acertam e enfrentam uma outra bomba do vilão no turn, ai que se complicam.

Nessa situação eu gosto do check/raise justamente para tirar vantagem do fold equity, afinal de contar se o vilão estiver cbetando qualquer Ax por blefe ou até mesmo algum rei melhor do que o meu como por exemplo KQ, KJ, KT e eu fazer ele foldar essas mãos já vai ser um ganho enorme pois ele vai desistir de mãos melhores.

E se ele decidir pagar nós temos boas chances de melhorar a nossa mão, com tudo isso em mente decido colocar ele em all-in maximizando o meu fold equity e ele acaba foldando.

Mas Munhoz não dava pra dar um raise sem ser all-in?

Eu não curto tanto pois se ele der call no river vamos ter um stack pequeno comparado com o tamanho do pote e isso vai diminuir drasticamente o nosso fold equity já que o vilão vai se sentir muito mais comprometido com aquele pote e dificilmente foldará para um all de menos de meio pote.

Bem esses são apenas 2 exemplos de mãos bem rápidos mas que são capazes de ilustrar um pouco de tudo o que foi discutido durante este artigo.

Conclusão: 

Com estas dicas eu acredito que a partir de agora você não vai mais cometer erros que a maioria dos jogadores inexperientes cometem ao jogar um flush draw pois vai estar munido de tudo que precisa saber para tomar uma boa decisão jogando este tipo de mão.

Agora eu quero saber o que você achou deste artigo, foi útil? Aprendeu alguma coisa nova que não sabia? Tem mais alguma dica para jogar um flush draw? Então deixe um comentário aqui embaixo dizendo o que achou.

E se acha que esse conteúdo vai ajudar algum amigo jogador manda pra ele no whatsapp ou no facebook, tenho certeza que ele vai gostar e você acaba incentivando o meu trabalho afinal deu um trabalhão montar esse material.

Um forte abraço e nos vemos nas mesas.

MunhozVs

Elton Rezende é o fundador do Blog PokerNaChapa.com.br e Poker Player desde 2010, jogando poker semi profissionalmente desde então já alcançou a marca de mais de U$72.095 dólares em premiações no jogo e mais de U$23.573 em lucro. Em 2015 foi o segundo melhor Brasileiro no maior torneio de poker ao vivo já realizado o Colossus da WSOP, terminando na 74º colocação e puxando uma premiação de U$12.350

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
>
Fechar