ArtigosDicas e TruquesSliderTutoriaisUltimas do Blog

Shovar ou não shovar?

A decisão de shovar uma mão ou de pagar um shove pré-flop de um rival é uma das mais importantes em um torneio, pois o shove basicamente define a sua vida no jogo.

Neste artigo falaremos sobre os tamanhos de stack onde você deve ou não shovar, tanto em torneios regulares quanto em turbos, os melhores spots para fazer este movimento, as mãos adequadas para o all in quando short stack e em que momentos cabe o call de um shove do vilão.

Para começarmos precisamos definir o que é estar short stack, esta definição muda de acordo com o tipo de torneio, em torneios turbos, por exemplo, você pode se considerar short se tiver menos de 7 ou 8 big blinds, em um torneio regular esse número já é de 10 a 12 big blinds (não que seja um stack confortável em torneios regulares, mas é um stack que ainda permite manobras, como um mini-raise/fold).

Com menos do que estes stacks você já pode considerar fortemente o shove. Você deve considerar também o quanto o seu stack pode machucar os outros jogadores da mesa, esta informação é importante, pois se a maioria dos jogadores estiver deep (com muitas fichas), a chance deles pagarem seu all in “só pra ver” ou pensando “não vai custar muito, vai que eu elimino ele” é maior (o que pode ser bom, se você estiver com uma mão forte, mas isso também o deixa propenso a tomar mais bad beats)

Estar short stack não significa ir para o chão
com qualquer mão ou em qualquer situação.

shortstack21Há muito o que considerar, se estiver short stack você deve reduzir o seu range e escolher bem o spot em que irá arriscar. Isso para uma mesa full-handed.

Se estiver em situações de heads up, 3-hand ou 4-hand, por exemplo, você tem bem mais possibilidades e deve considerar o all in em mais situações, o que deve ficar bem claro é: se estiver nestas situações nunca entre numa mão (mesmo que não dê o all in pré flop) se você não estiver disposto a ir para o chão caso alguém te coloque na parede.

Quando falamos em spots para dar all in, claro que mãos monstras (QQ+) são automaticamente parte do nosso range, isso não se discute, mas você não precisa esperar somente estas cartas, é possível fazer ótimos movimentos com outras mãos, dependendo da posição e de como está a mesa.

O shove no big blind, por exemplo, quando a mesa corre em limp, é uma jogada que você pode fazer com uma boa quantidade de mãos, a maioria dos pares 55+, Axs, A9o+, K9s+, QTs+ e alguns suited connectors 89+. Isso por que este pode ser um excelente spot para roubar uma quantidade consideravel de fichas sem ir para o showdown.

Fazer este mesmo movimento no small blind, por exemplo, vai depender muito da leitura que você tem do jogador que está na sua canhota. Se ele está jogando poucas mãos, se ele defende o blind, qual o stack dele, qual a imagem que você passou até agora.

Estando no botão a situação é similar, você tem a vantagem de posição, então pode até considerar (dependendo do seu stack e se você está com uma mão relativamente forte, 88+, A7s+, ATo+,JTs+) fazer um stop and go, (dar um mini-raise e esperar o flop para ir all-in).

Muitas vezes o stop and go será suficiente para que os blinds foldem, e em eventual re-raise deles há a possibilidade (mais uma vez, considere isso se o seu stack permitir) de um fold caso você entenda que eles estejam com mais força que você caso o reraise venha de jogadores muito tight ou caso o small blind faça o re-raise e o big blinds pague, pois nesse caso é bem possível que pelo menos um dos dois estejam na sua frente.

Range para shove em posições intermediarias.

Em posições intermediárias o ideal é restringir o shove a mãos mais fortes, além das premium você pode ir de all in com 99+, AJo+, ATs+ KQs e QJs. Se alguém já fez algum bet, considere ir apenas com mãos premium. Você pode estar na pior posição para arriscar neste momento, quem já abriu a ação antes de você pode ter bastante força e há pelo menos 3 jogadores para falar depois de você.

Em posições iniciais (UTG e UTG+1) você pode apostar todas suas fichas em situações mais ou menos parecidas com as posições intermediárias, pode também acrescentar a este range outros pares como 66+.

Você pode se perguntar a razão pela qual em posição inicial pode se shovar um range maior do que em posição intermediária.

É bastante simples: Imagem. Todo jogador sabe que as posições iniciais são as piores, então se você der um shove nestas posições passa uma imagem de muita força, então a princípio você terá mais respeito dos adversários do que se fazer o mesmo em posição intermediária. E em caso de call, ainda estará bem protegido com este range.

Outra questão a saber é quando pagar um shove de um short stack.

Para isso você deve ter em mente duas informações:

  • O quanto o stack do vilão pode machucar o seu;
  • Em que momento do torneio estamos;

Sobre o stack, se o valor do all in a ser pago atingir no máximo 15% do seu stack, você pode pagar com um range bem amplo (qualquer par, Ax, K9+, QT+ e qualquer suited connectors acima de 78).

Aqui fica uma dica: se ainda tiver alguém para falar depois de você de RAISE em cima do all in do vilão desde que isso não comprometa mais do que 30% do seu stack, aumente ao invés de pagar, isso vai inibir outros jogadores de entrar na mão, e jogando contra um você terá mais chances de ganhar.

Se o stack do vilão comprometer seu stack entre 15% a 30%, você pode dar call com pares acima de 77, A6s, A9o+, KTs+, KQo, e suited connectors acima de 89.

Caso o all in dele seja mais do que 30% do seu stack vale a pena considerar, além das mãos premium, o call apenas com AJ+, KQ+, e pares acima de 99. Se for acima de 50%, você provavelmente não está deep e talvez esteja short também, sendo assim pague all in apenas com mãos premium.

Outra questão, é a fase do torneio. Existem duas situações em que você deve restringir o call de all ins de short stacks apenas às mãos premium.

O early game, afinal de contas o que você ganhar aqui não fará muita diferença no fim do jogo. E quando estiver perto da bolha, que é uma situação onde vale a pena, dependendo do stack, agredir, mas definitivamente não é muito interessante dar call em agressores, exceto se você estiver muito forte.

Em middle game você pode utilizar os ranges citados anteriormente, pois um stack de um vilão, mesmo que short, pode ajudar você a chegar até o ITM, e em late game os jogadores costumam se soltar bem mais, alguns inclusive partem para o “double or home”, uma vez que já estão no ITM.

Pagar com este range nessas situações pode ser muito lucrativo (se está muito próximo a um pay jump bem alto, pode segurar um pouco, mas ainda assim jogue mais solto do que numa bolha, por exemplo).

Com estas orientações eu acredito que você terá muito mais chances de prolongar sua vida no torneio.

E você, como escolhe os spots para shovar ou pagar o shove de um vilão? Deixe nos comentários a sua opinião!

chamada ebook2

Tags

MunhozVs

Elton Rezende é o fundador do Blog PokerNaChapa.com.br e Poker Player desde 2010, jogando poker semi profissionalmente desde então já alcançou a marca de mais de U$72.095 dólares em premiações no jogo e mais de U$23.573 em lucro. Em 2015 foi o segundo melhor Brasileiro no maior torneio de poker ao vivo já realizado o Colossus da WSOP, terminando na 74º colocação e puxando uma premiação de U$12.350

Artigos relacionados

26 comentários

  1. Parabéns pelo blog Munhoz!
    Está bonito, bem dividido e com artigos muito bem escritos e interessantes!

    Essas são questões que tem me gerado muitas dúvidas: “Shovar ou não shovar!” e “qual o Range?” pois tenho jogado MTTs turbo, entrado em ITM em boa parte, mas geralmente já short demais.

    Parte do motivo sei que é “A pressão do dinheiro”, pois estou formando meu bank e cada dolar conta, então tenho sido extremamente tight enquanto observo uns caírem outros crescerem ao meu lado, outra, de fato, é o desconhecimento dessas faixas e percentuais de ganho.

    Sobre isso, também ouvi sobre a tabela de Nash e pretendo achá-la para imprimir e estudar, e baixei a Equilab e o HM2, mas também ainda não “tive muito tempo” para estudar e sem uma orientação é complicado. Sei que dedicação é tudo e em breve essas informações farão parte do meu cotidiano nos grinds.

    Valeu pelas dicas! Sucesso e GG!

  2. Muito bom o artigo é extremamente didático e fácil compreensão e muita gente assim como eu havia dúvidas sobre esse tema. Agora é praticar. Abraço e sucesso.

  3. Show de bola, sou iniciante no esporte, mas muito interessado, e seus POSTS são D+, Obrigado e sucesso para você amigo!

  4. Muito bom Enton show de bola coserteza vai me ajuda muito esas dica não só como eu mais todos que adimiran seu trabalho Parabéns

  5. Muito bom, Elton! Mostra-se claro o seu alto nível nesse artigo. Comparo-o, tranquilamente e sem medo de parecer petulante, aos artigos que leio no AAKKARI. Continue assim que, num futuro muito próximo, teremos que ler seus artigos in english! Brincadeira… o Brasil tem tudo (somente pela genialidade dos jogadores, que são muito bons, pois o Estado Brasileiro é uma MERDA!!!) para assumir a ponta no ranking mundial do Poker! Forte abraço!!!

  6. Tem uns 3 mês que to estudando tudo do MunhozVs garanto que meu jogo melhorou 60% depois do estudo cravei um 4k garantido na minha cidade cravei um free com 95 vilão é 2 em um Ray_holle tô muito feliz muito foco sempre,parabens ao
    club que gosto muito a onde tá meus registros Jundiaí poker clube,com duas fera Max é mineiro

  7. Show de bola Munhoz,
    Sempre postando artigos e vídeos interessantes, gostei muito desse sobre shove, ultimamente tenho caído muito nos torneios dando shoves desnecessarios, afoitos, sem dúvida o post vai me ajudar.

    GG a todos!!

  8. Esse assunto é realmente crucial para chegar ITM, principalmente nos SNG Turbo. Munhoz, fica a dica para você tratar desse assunto em um próximo vídeo seu, com exemplos dessas situações. Blz.

    Abraço,
    Td de melhor!

  9. Show de bola o artigo, aprendi um pouco mais, e pra mim isso é importante, pois me considero iniciante no poker.

  10. Este conteúdo sobre “Shovar ou não shovar” está maravilhoso, extremante prático e didático!!! Me ajudou muito!

  11. Valeu pelo artigo. Ontem apliquei a estratégia e consegui ganhar várias mãos. Deu um resultado bastante significativo. Gratidão.

  12. Gostei muito do Artigo. Senti perdido em alguns termos usados, sugiro uma definição tipo dicionário desses termos para esclarecer o conteúdo.

  13. Munhoz, ontem me deparei com a seguinte situação: sng de 9 players, buy in de 1,50
    blind esta em 100/200. chip lider tem aproximadamente 4100. 2 lugar tem 3700. estou em 3 com 3500. o 4 lugar esta com 600 fichas , prestes a cair e eu entrar em itm.
    Algumas informações sobre o chip lider: inicio de torneio houve 3 bet e call de outros, ele vem de shove pre flop, pessoal paga e ele mostra AA. no 2 nivel do blind acontece a mesma coisa , ele mostrando KK. parece que ele nao gosta de jogar pos flop e extrair fichas kkk, e nas outras tentativas ninguem pagou o shove dele, mas acredito que faça isso com mãos premiums.
    Retomando o raciocinio, me deparo com QQ no big blind, ele no utg vem de shove, small e botão vão de fold, eu penso bastante e acabo foldando o QQ pois acredito que ele faça isso com mãos premiums, e tambem tem um short prestes a cair, entao decidi isso. no nivel 150/300 o short ja tinha levantado , e geral estava igual , entre 2000/3000. eu shovei par de 66 e ele deu call com A9o, acertando 2 pares e eu caindo na bolha. Minha decisão de foldar o QQ foi certa ?

    1. Acredito que era grande a chance de você estar enfrentando 10 10 + ou AJ + . Estaria perdendo longe de kk e AA e ganhando longe 10 10 JJ AJ e AQ , mas estaria empatado com AK. A não ser que o range dele fosse totalmente restrito a KK + e AK , acho que teria que pagar sim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close